Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2022 01 - JANEIRO SERIS mantém controle rígido sobre casos de síndromes gripais e Covid-19
12/01/2022 - 09h15m

SERIS mantém controle rígido sobre casos de síndromes gripais e Covid-19

Sistema prisional convive com uma condição que aumenta risco para síndromes gripais – como a Covid-19: a população confinada

SERIS mantém controle rígido sobre casos de síndromes gripais e Covid-19

Atendimentos em saúde, a exemplo da vacinação, inclui servidores e internos com o mesmo rigor, assistência e controle. (Crédito: Jorge dos Santos)

Mesmo diante do aumento de casos de síndromes gripais, o sistema carcerário alagoano tem conseguido manter a situação sob controle, considerando que, de um total de internos de 4.823, foram registrados 24 casos, nas unidades com sede em Maceió e nenhum no Agreste.

Os números foram disponibilizados pela SERIS (Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social).

Dos casos de síndromes gripais, cinco já se encontram recuperados, conforme o boletim referente a esta terça-feira (11), divulgado pelas autoridades de saúde responsáveis pelo sistema carcerário de Alagoas.

Bem como continua zerado o registro de óbitos entre os reeducandos, tanto por síndromes gripais quanto por Covid-19.

Entre os servidores da administração penitenciária de Alagoas, no entanto, há quatro casos de morte, por Covid-19, registrados em 2021.

Pelo acompanhamento da Gerência de Saúde da SERIS, em 2022, não há registro de óbitos entre os servidores.

Neste segmento, conforme o boletim, há sete casos confirmados de síndromes gripais e três, recuperados.

Ainda neste segmento, há 248 casos confirmados por Covid-19; 449, já descartados, após exames, e 245 casos de servidores recuperados. Não há registro de necessidade de internação em enfermarias das próprias unidades, bem como não há registro de servidores que se encontrem em isolamento domiciliar – conforme as informações passadas aos responsáveis pela área de saúde da Administração Penitenciária de Alagoas.

Além dos quatro servidores que perderam a vida para a Covid – no ano passado –, os serviços de saúde já realizaram 681 testes, entre os servidores ligados à SERIS.

Entre os reeducandos, os números referentes à Covid-19 são os seguintes: há, até o momento, 24 casos confirmados nas unidades prisionais com sede em Maceió, mas, nenhum no Presídio do Agreste.

Há sete casos em investigação, também em Maceió apenas; 89 casos confirmados, nas unidades da capital e dez no Presídio do Agreste, totalizando 99 casos.

Já foram descartados 276 casos, entre os internos que se encontram em Maceió e 137 Agreste, totalizando 413 registros de exames que descartaram diagnóstico para Covid-19.

Nas unidades de Maceió, há 89 casos de reeducando recuperados, após testarem positivo para Covid, e dez no Presídio do Agreste; totalizando 99 casos de internos recuperados.

E desde o início da pandemia, o Sistema carcerário de Alagoas realizou 461 testes, sendo 431 em Maceió e trinta no Presídio do Agreste.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen