Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2021 03 - MARÇO Policial penal recebe primeira dose de vacina contra a Covid-19
05/04/2021 - 16h35m

Policial penal recebe primeira dose de vacina contra a Covid-19

Solenidade no Palácio República dos Palmares marca início da imunização dos agentes de Segurança Pública que já completaram 45 anos de idade

Policial penal recebe primeira dose de vacina contra a Covid-19

Policial penal José Ricardo não conseguiu esconder a emoção ao receber vacina (Foto: Mayara Wasty)

Mayara Wasty

Mais um importante passo no combate à Covid-19 foi dado nesta segunda-feira (5), quando teve início a vacinação dos profissionais da Segurança Pública que já completaram 45 anos de idade. O ato simbólico aconteceu no Palácio República dos Palmares, em Maceió, e contou com a imunização de um integrante de cada força policial: Polícia Penal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Perícia Oficial. 

Representando a Polícia Penal do Estado de Alagoas, José Ricardo Medeiros foi o primeiro policial penal a receber a dose do imunizante. Atualmente, o servidor é chefe de equipe do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit), tendo acumulado, ainda, vasta experiência em outras atividades no sistema prisional alagoano. 

"É muito importante esse compromisso assumido pelo Governo do Estado com a saúde dos integrantes das forças de segurança, já que ficamos muito expostos, ainda mais atuando dentro do sistema prisional, onde trabalhamos fazendo a custódia e mantendo a ordem e disciplina nos presídios. Portanto, esta vacinação é muito importante não apenas para mim, mas também para todos os colegas policiais penais de Alagoas", disse o policial penal. 

Sobre o atual momento, Medeiros fez questão de ressaltar a importância da vacinação. "Este é um momento difícil para o mundo todo. Muitas pessoas estão bastante preocupadas com a pandemia. Poder receber a vacina é um grande alívio. É muito importante se vacinar para poder continuar firme no trabalho que desempenhamos no sistema prisional, contribuindo com a ressocialização", finalizou o policial.

Chefe especial de Gestão Penitenciária, o policial penal Milton Pereira também marcou presença à solenidade, destacando o trabalho desenvolvido pela Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), por meio da Gerência de Saúde, na assistência ao servidor penitenciário. "É uma iniciativa muito importante, tendo em vista que os profissionais da segurança pública nunca pararam, atuando diuturnamente desde quando ainda se debatia os protocolos de prevenção ao vírus. Seguimos trabalhando com o intuito de fortalecer as ações relativas à segurança pública, de modo que a imunização também vai reoxigenar toda a tropa", avaliou o gestor, que, na oportunidade, representou o secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas.

Segundo o secretário da Saúde, Alexandre Ayres, o cronograma de vacinação dos demais policiais penais será definido conjuntamente com a Gerência de Saúde da Seris, que vai anunciá-lo em breve. Nesta primeira fase da vacinação, serão disponibilizadas três mil doses do imunizante para os agentes de Segurança Pública de todo o estado.

Também estiveram presentes à solenidade os policiais penais Stênio Antônio de Lima, comandante do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit), e Manoel Messias, gerente do Comando de Operações Penitenciárias (COP), além do guarda penitenciário Carlos Barbosa da Silva.

Servidores da saúde

No sistema prisional, a vacinação começou pelos profissionais que trabalham na Gerência de Saúde. Todos já receberam a primeira dose da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Ao todo, 155 doses do imunizante foram fornecidas à Seris. A segunda dose deve ser aplicada ainda neste mês de abril.

A vacinação deste público representou outro grande avanço, já que os profissionais da saúde realizam constantemente o monitoramento e a busca ativa por reeducandos com sintomas gripais, todos acolhidos no Hospital de Campanha do próprio sistema prisional, onde recebem o tratamento adequado. 

“Não são apenas médicos e enfermeiros que estão sendo imunizados, mas todo servidor que atua diretamente com a população privada de liberdade: os profissionais do hospital de campanha, tanto da área de saúde, como da segurança, da administração e da limpeza, já que todos têm contato com os reeducandos”, explica a gerente de Saúde da Seris, policial penal Danielah Lopes, que também prestigiou o evento desta segunda-feira.

 
Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen