Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 06 - JUNHO Seris oferta fisioterapeuta a servidores e reeducandos
12/06/2020 - 15h42m

Seris oferta fisioterapeuta a servidores e reeducandos

Serviço é voltado à prevenção e reabilitação da capacidade física e funcional de servidores e custodiados em meio à pandemia de Covid-19

Seris oferta fisioterapeuta a servidores e reeducandos
Texto de Janaina Marques

Preocupada em fortalecer a assistência à saúde, a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) também oferta a possibilidade de servidores e reeducandos realizarem terapia para tratar, no próprio sistema prisional, doenças e lesões diversas. Isso porque dois fisioterapeutas que integram a equipe da Gerência de Saúde seguem atuando no sentido de proporcionar qualidade de vida, minimizando, inclusive, os efeitos do isolamento social decorrente da pandemia de Covid-19.

As sessões de fisioterapia acontecem em três unidades do complexo penitenciário: Centro Psiquiátrico Judiciário Pedro Marinho Suruagy (CPJPMS), Núcleo Ressocializador da Capital (NRC) e Presídio Feminino Santa Luzia. Entre os reeducandos, os atendimentos ocorrem sempre às segundas, quartas e sextas-feiras. Já para os servidores, o atendimento é realizado às terças e quintas-feiras, das 8h às 12h, na sala de praxiterapia do CPJ.

Segundo a coordenadora de Saúde do CPJ, sargento Taís Salvador, a iniciativa busca fortalecer a política de promoção à saúde. “São vários os benefícios que a fisioterapia pode proporcionar à saúde do paciente. Neste momento de pandemia, o acompanhamento por parte destes profissionais é primordial, trazendo alívio às dores e tensões causadas por inúmeros fatores, como ansiedade e estresse”, afirma a coordenadora, acrescentando que o serviço será, muito em breve, estendido para as demais unidades penitenciárias.

Durante os atendimentos, os fisioterapeutas da Seris aplicam técnicas diversas, conforme a necessidade do paciente, como a eletroterapia e a cinesioterapia (terapia do movimento), fazendo uso de equipamentos como o ultrassom terapêutico. Os profissionais também dispõem de três esteiras ergométricas, quatro bolas suíças, luz infravermelha e maca, além de faixas elásticas para a realização de vários exercícios. Os atendimentos são realizados com hora marcada e mediante encaminhamento médico.

O primeiro passo do atendimento é a avaliação do paciente, por meio da qual são estabelecidos os objetivos do tratamento a ser realizado, verificando-se, por exemplo, o número de sessões necessárias e os períodos de reavaliação. O fisioterapeuta Felipe da Silva explica os benefícios. “O processo fisioterápico atua na prevenção, reabilitação e promoção à saúde. Qualquer pessoa com uma queixa referente às funções do seu corpo pode fazer fisioterapia. Já aqueles que não apresentam nenhuma queixa podem realizar atividades de maneira preventiva, evitando o surgimento de lesões diversas”, analisa.

O profissional destaca também que, com o trabalho preventivo, é possível evitar gastos com tratamentos medicamentosos e até procedimentos cirúrgicos, além de evitar o agravamento dos sintomas de determinada doença.

"Se o paciente tem bursite, por exemplo, a fisioterapia não trata a bursite em si, mas as complicações ou fatores que favoreçam o seu surgimento, como alteração na postura, fraqueza muscular, processo inflamatório, redução de movimento, encurtamento muscular, entre outras. A fisioterapia também trata casos mais graves, como lesões crônicas, sequelas de doenças degenerativas”, complementa o fisioterapeuta.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen