Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 06 - JUNHO Em uma semana, Seris contabiliza mais de 400 atendimentos a familiares de reeducandos
09/06/2020 - 18h30m

Em uma semana, Seris contabiliza mais de 400 atendimentos a familiares de reeducandos

Contato telefônico tem contribuído para fortalecimento de vinculo familiar e socialização de informações acerca da pandemia

Em uma semana, Seris contabiliza mais de 400 atendimentos a familiares de reeducandos

Para minimizar suspensão das visitas, necessária em razão da pandemia do coronavírus, assistentes sociais realizam atendimento diário

Mayara Wasty

A pandemia do coronavírus tem alterado a vida de todos. A forma como nos relacionamos também mudou. Não foi diferente para as pessoas privadas de liberdade. Entretanto, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) tem desenvolvido ações que buscam minimizar o impacto do cenário atual.

Por meio da equipe da Gerência de Saúde, os familiares e reeducandos socializam informações relativas ao panorama do sistema prisional, além de manter o reeducando informado a respeito da situação de sua família, e vice- versa. Este contato é mediado por telefone e realizado pelas assistentes sociais das respectivas unidades prisionais.

Coordenadora do serviço social da Seris, Michelle Farias explica a dinâmica do trabalho. “Pela grande demanda nas unidades, a periodicidade desses telefonemas, geralmente, é semanal. Porém, diariamente, as assistentes sociais recebem ligações telefônicas dos familiares dos reeducandos”, destaca.

“Salientamos que as profissionais também contam com o apoio dos representantes dos módulos para identificação das demandas visando à realização dos contatos telefônicos. As listas para contato são solicitadas aos representantes dos módulos quinzenalmente”, reforça a gestora.

Dados quantitativos atestam a dinâmica do trabalho. Apenas na última semana (01/06 à 05/06/2020), 401 atendimentos foram realizados por 10 assistentes sociais, perfazendo uma média de 80 atendimentos diários – número bastante expressivo, considerando a natureza da atividade.

Dados por unidade prisional

Presídio Feminino Santa Luzia: no período citado, foram realizados 92 contatos telefônicos com familiares das reeducandas. Nesta unidade prisional, os contatos com os familiares ocorrem quinzenalmente. Porém, diariamente, a assistente social recebe ligações das famílias e, semanalmente, mantém contato telefônico com as representantes dos grupos de WhatsApp dos familiares dos módulos 1 e 2.

Núcleo Ressocializador da Capital: 52 contatos telefônicos foram realizados. Nesta unidade, os contatos com os familiares ocorrem diariamente. Com a mesma frequência, a assistente social recebe ligações dos familiares dos reeducandos. Para os reeducandos que exercem atividade laboral, as informações dos familiares são disponibilizadas por escrito.

Centro Psiquiátrico Judiciário: os contatos telefônicos com os familiares dos pacientes são diários. As assistentes sociais também recebem, diariamente, ligações telefônicas dos familiares dos pacientes.

Casa de Custódia da Capital: 25 contatos telefônicos foram realizados com familiares dos reeducandos. Nesta unidade prisional, os contatos ocorrem semanalmente junto aos familiares dos reeducandos que solicitam os contatos. Mas, diariamente, a assistente social da unidade recebe ligações dos parentes dos custodiados.

Presídio de Segurança Máxima: foram realizados 23 contatos telefônicos com os familiares dos reeducandos. Nesta unidade prisional - que funciona como porta de entrada -, os contatos são realizados diariamente, ocasião em que os familiares também disponibilizam um número para contato.

Presídio Cyridião Durval e Silva: 81 contatos telefônicos para os familiares dos reeducandos foram realizados. Nesta unidade, os contatos com os familiares ocorrem diariamente. Paralelamente, as assistentes sociais vêm recebendo, diariamente ligações telefônicas, dos familiares.

Penitenciária de Segurança Máxima: foram realizados 23 contatos telefônicos com familiares de reeducandos. Nesta unidade, os contatos também ocorrem por meio de grupo de WhatsApp composto por familiares dos custodiados. Também com periodicidade diária, a assistente social recebe ligações das famílias dos reeducandos.

Presídio Baldomero Cavalcanti de Oliveira: 72 contatos telefônicos foram realizados. Nesta unidade prisional, os contatos com os familiares ocorrem diariamente e, com a mesma periodicidade, a assistente social recebe ligações das famílias dos reeducandos.

Colônia Agroindustrial São Leonardo: foram contabilizados 33 contatos telefônicos, realizados duas vezes por semana. Neste contato, são fornecidas orientações sobre auxílio emergencial e sobre a documentação relacionada ao auxílio reclusão, além de informações relativas à prevenção ao coronavírus, a exemplo da importância do isolamento social.

Michelle Farias destaca a importância deste trabalho no cenário atual. “Em tempo, ressaltamos que a equipe de Serviço Social garante seu compromisso com a população usuária deste serviço, compreendendo a importância do mesmo neste período de pandemia, uma vez que as visitas no sistema prisional estão suspensas”.

As demandas referentes à notícias dos reeducando podem ser obtidas através do e-mail servicosocial@seris.al.gov.br, de tal forma que o serviço de assistência social da unidade irá buscar entrevistar o custodiado e através de contato telefônico prestará informações à família. Se preferir, os familiares de reeducandos que se encontram no complexo penitenciário de Maceió podem manter contato por meio dos telefones a seguir: Presídio Baldomero Cavalcanti: 3315-1055 / Presídio Cyridião Durval e Silva: 3315-3770 / Núcleo Ressocializador da Capital: 3315-1024 / Casa de Custódia da Capital: 3315-1092 / Centro Psiquiátrico Judiciário: 3315-8471 / Presídio Feminino Santa Luzia: 3342-1898 / Penitenciária de Segurança Máxima: 3315-7908 / Presídio de Segurança Máxima: 3315-1761.

Já no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, as equipes têm realizado telefonemas para os familiares com a presença dos reeducandos. O contato também pode ser feito pelo email socialpa01@gmail.com.


Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen