Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 03 - MARÇO No mês da mulher, Seris promove ações para elevar autoestima de reeducandas
06/03/2020 - 15h25m

No mês da mulher, Seris promove ações para elevar autoestima de reeducandas

Abertura da programação ocorreu nesta sexta-feira (6); atividades também vão contemplar policiais penais e servidoras

No mês da mulher, Seris promove ações para elevar autoestima de reeducandas

Reeducandas tiveram manhã especial no Presídio Feminino Santa Luzia, nesta sexta-feira (Foto: Sarah Brandão)

Maysa Cavalcante

As custodiadas do Presídio Feminino Santa Luzia tiveram uma manhã especial nesta sexta-feira (6). Aula de zumba, entrega de chocolates e momento de louvor foram algumas das atividades que marcaram o início do Mês da Mulher. O evento é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e a deputada estadual Jó Pereira. E ao longo de todo o mês de março, várias outras atividades já estão programadas, todas com foco na valorização da mulher.

Além das reeducandas, as policiais penais e servidoras também serão contempladas com as ações, a exemplo das consultas ginecológicas e exames de mamografia. De acordo com a chefe do Presídio Santa Luzia, policial penal Andréa Rodrigues, atividades com foco no na autoestima das reeducandas contribuem para a melhoria da convivência entre as internas, fomentando, assim, o processo de reintegração social.

“Algumas reeducandas estão privadas de liberdade há muitos anos. Isso acaba fazendo com que elas percam a noção do convívio em sociedade. Dessa forma, buscamos proporcionar um momento importante de interação entre custodiadas e convidadas, de modo que as apenadas se sintam valorizadas”, disse Andréa, acrescentando que, além da equipe técnica da deputada Jó Pereira, o evento de abertura do Mês da Mulher também contou com a presença de representantes do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Alagoas (CEDIM).

Já a deputada Jó Pereira afirmou que todas as ações realizadas visando à evolução pessoal das reeducandas beneficiam a sociedade como um todo. “As custodiadas voltarão para o convívio em sociedade. Sabemos a importância de se promover não apenas a saúde integral da mulher encarcerada, mas também a saúde mental daquelas que atuam diretamente no processo de ressocialização. É por isso que, este ano, procuramos também envolver as policiais penais. Afinal, elas mulheres que cuidam de outras mulheres”, analisou.

A reeducanda Jéssica dos Santos foi uma das participantes das atividades e elogiou a iniciativa. “Além de ser um momento de descontração, ações como esta nos dão a oportunidade de nos expressarmos. O incentivo da Seris é muito importante para nós, pois é uma demonstração de que eles [gestão prisional] acreditam no nosso potencial de mudança. Estamos aproveitando esta oportunidade para transformar nossa realidade. É o que nós mulheres sabemos fazer: transformar o mundo”, afirmou a custodiada.

Outras atividades – E a Gerência de Saúde da Seris também preparou uma série de ações voltadas às servidoras e reeducandas para este mês de março. Testes rápidos para detecção de doenças diversas, serviços de assessoria jurídica (por meio do projeto Defensoria no Cárcere), trabalhos com pintura e paisagismo no Presídio Santa Luzia, roda de conversa sobre empoderamento feminino e consciência corporal, contoterapia (ferramenta que se baseia no uso de contos para abordar situações comportamentais) e distribuição de kits de higiene estão entre as demais atividades programadas para o Mês da Mulher.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen