Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 02 - Fevereiro Seris inicia projeto arquitetônico do Complexo de Proteção das Mulheres Alagoanas
12/02/2020 - 13h09m

Seris inicia projeto arquitetônico do Complexo de Proteção das Mulheres Alagoanas

Equipe visita futuras instalações da unidade localizada na Jatiúca; construção terá mão-de-obra de reeducandos

Seris inicia projeto arquitetônico do Complexo de Proteção das Mulheres Alagoanas

Texto de Bruno Soriano e Janaina Marques

 

A equipe de engenharia e arquitetura da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) realizou uma visita técnica, na manhã desta quarta-feira (12), ao prédio que irá abrigar o Complexo de Proteção das Mulheres Alagoanas, localizado no bairro da Jatiúca, em Maceió, visando à elaboração de projeto para início das obras. Reeducandos que cumprem pena nos regimes aberto e semiaberto vão trabalhar na reforma.

 

A visita acontece um dia depois de o secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, receber a titular da Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), Maria José da Silva, com o objetivo de selar a parceria em prol das mulheres vítimas de violência em Alagoas. Durante o encontro, ficou definido que a Seris vai custear toda a reforma, enquanto a Semudh irá fornecer a mobília e demais equipamentos necessários.

 

De acordo com o engenheiro civil Marconi Cerqueira, que, nesta quarta, inspecionou o local onde irão funcionar, além da Patrulha Maria da Penha, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher e a Casa de Passagem de Maceió, as obras devem ser concluídas ainda no primeiro semestre deste ano. Ainda segundo o engenheiro, a casa de passagem terá capacidade para receber até oito pessoas simultaneamente, dispondo de alojamento, sala de estar e jantar, cozinha, banheiros e playground.

 

Outra novidade é que o complexo também vai contar com um espaço onde serão expostos os produtos confeccionados pelas reeducandas da Fábrica de Esperança, projeto da Seris que oferta qualificação profissional – com direito à remição de pena por meio do trabalho – às mulheres que cumprem pena no Estabelecimento Prisional Feminino Santa Luzia.

 

Para a secretária Maria José, a parceria com a gestão prisional é mais uma grande conquista. “Estamos trabalhando juntos para garantir que este projeto saia do papel o quanto antes”, afirma a secretária, destacando a importância da parceria na execução do Plano Estadual de Políticas para as Mulheres.

 

O secretário da Ressocialização e Inclusão Social, por sua vez, ressalta o alcance da iniciativa destinada ao acolhimento da mulher vítima de todo e qualquer tipo de violência. “Trata-se de um projeto importantíssimo, visto que vai propiciar, além de proteção, cidadania e dignidade às mulheres alagoanas”, avalia o gestor.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor

 banner-depen