Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 08 - Agosto Seris entrega certificados a concluintes de cursos do Pronatec
30/08/2019 - 16h50m

Seris entrega certificados a concluintes de cursos do Pronatec

Já projeto do setor de Reintegração Social ganha três novas parcerias visando à reinserção de reeducandos no mercado de trabalho

Seris entrega certificados a concluintes de cursos do Pronatec

Novas parcerias foram firmadas para viabilizar reintegração dos reeducandos

Texto de Bruno Soriano e Mayara Wasty

A Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) entregou, nesta quinta-feira (29), em solenidade no auditório da Central de Alternativas Penais (Ceapa), em Maceió, mais de 40 certificados de conclusão de curso a reeducandos inscritos no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os cinco cursos foram ofertados em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, conferindo uma nova perspectiva àqueles que, mesmo apenados, já exercem alguma atividade remunerada.

Entre os cursos concluídos estão os de pintor de obras imobiliárias, pedreiro de revestimento em argamassa, mecânico de refrigeração e climatização residencial, eletricista instalador predial de baixa tensão e padeiro. Ao todo, 42 reeducandos foram contemplados. 

Durante a entrega dos certificados, a chefe de Reintegração Social da Seris, a soldado PM Sônia Melo, destacou os benefícios dos cursos. “Eles são muito importantes porque facilitam sobremaneira a inserção do reeducando no mercado do trabalho. É graças a estes convênios que novas oportunidades virão, e eles [conveniados] precisam estar preparados”, disse.

Valdir Gomes concluiu o curso de mecânico de refrigeração e climatização residencial. Ele garante ter aproveitado bem a oportunidade. “Eu me interessei muito porque vi uma chance de me capacitar e, assim, ter mais condições de encontrar um emprego. Apesar de nunca ter trabalhado na área, gostei do curso”, afirmou o reeducando, que já mira novos cursos de qualificação.

“Hoje, trabalho como serviços gerais da Secretaria de Segurança Pública. Deus me abriu esta porta e, por isso, quero fazer mais cursos e continuar me aperfeiçoando”, completou.

Para o secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, a entrega dos certificados é uma prova incontestável da crença, pelos reeducandos, no processo de ressocialização implantado em Alagoas. “Este momento também é muito importante para mim enquanto gestor. Nós somos vencedores em estarmos aqui. Parabenizo a todos, do fundo do meu coração. Esta é uma demonstração de que acreditamos nas pessoas, independentemente daquilo que tenham feito no passado, atestando a capacitação de todos para o mercado de trabalho”, analisou.

‘UMA NOVA HISTÓRIA’

E a Seris também avança na oferta de emprego a reeducandos dos regimes aberto e semiaberto. Nessa quarta-feira (28), foram confirmadas mais três parcerias visando à reinserção de egressos do sistema prisional no mercado de trabalho, fortalecendo, assim, o projeto “Uma nova história”, criado em 2015 com o objetivo de oportunizar mão-de-obra qualificada a órgãos públicos e empresas privadas que acreditam na ressocialização.

E entre os novos parceiros do projeto está a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), cujo presidente, Carlos Mendonça Neto, esteve reunido com o secretário de Ressocialização e Inclusão Social para debater convênio que deve beneficiar cerca de 20 reeducandos, todos aptos a executar serviços diversos, como os de capinagem e pintura.

“Vamos formular uma solicitação com base naquilo que, hoje, entendemos ser mais escasso na Adeal. Atualmente, em termos de mão-de-obra, nossa maior demanda é por pintor”, disse Carlos Mendonça Neto, que esteve acompanhado do coordenador jurídico da autarquia, Nelson Costa, e parabenizou toda a equipe da Seris pelo alcance do projeto com foco na ressocialização. 

O titular da Seris, por sua vez, externou seu contentamento em permitir a criação de mais oportunidades de emprego entre os reeducandos, lembrando que as práticas ressocializadoras da secretaria, inclusive, concorrem ao Prêmio Innovare, cuja finalidade é reconhecer iniciativas voltadas à promoção e defesa dos direitos humanos em todo o país.

“Um detalhe importante é que são os reeducandos quem mais se destacam nas empresas conveniadas, evidenciando, assim, o desejo por mudança, principal redutor do nível de reincidência. Todos são submetidos à avaliação pela equipe psicossocial antes de serem reinseridos no mercado, e todo o trabalho por eles desenvolvido acontece sob a supervisão diária dos nossos monitores”, comentou o coronel PM Marcos Sérgio de Freitas.

As outras duas instituições que oficializaram parcerias foram a Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal) e o Instituto Zumbi dos Palmares (IZP), contempladas, respectivamente, com 10 e seis vagas. Atualmente, o setor de Reintegração Social da Seris já contabiliza 40 convênios, perfazendo 570 reeducandos inseridos no mercado de trabalho.

 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor