Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 07 - JULHO Seris avança com reformas em unidades do sistema prisional
05/07/2019 - 13h30m

Seris avança com reformas em unidades do sistema prisional

Gestores e equipe de engenharia inspecionam obras na Presídio Baldomero Cavalcanti e no Núcleo Ressocializador da Capital

Seris avança com reformas em unidades do sistema prisional

Obras impulsionam o trabalho de assistência religiosa ofertado aos reeducandos, além de garantir mais segurança

Texto de Bruno Soriano

Gestores da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) vistoriaram, na manhã desta quinta-feira (04), as obras de reforma executadas no Presídio Baldomero Cavalcanti e no Núcleo Ressocializador da Capital (NRC). Acompanhados da equipe de engenharia da Seris, os gestores também estiveram no Presídio Cyridião Durval, que também vai passar por uma série de intervenções com o objetivo de fortalecer a assistência religiosa ofertada à população prisional, além de conferir mais segurança a servidores, reeducandos e seus familiares.

No Baldomero Cavalcanti, as obras se concentram no centro ecumênico, que, com capacidade para cerca de 200 pessoas, já começa a ganhar cara nova. O espaço terá nova pintura, lâmpadas de LED, piso antiderrapante e placas de gesso 3D, além de banheiros, camarim e almoxarifado, assegurando conforto e acessibilidade a visitantes e reeducandos durante as cerimônias religiosas realizadas por várias denominações com atuação no sistema prisional.

Segundo o chefe especial de Gestão Penitenciária, tenente-coronel PM Gustavo Maia, a ideia é transformar o centro ecumênico em um verdadeiro espaço multieventos. “Esta obra vem sendo executada em parceria com a Igreja Assembléia de Deus e, hoje, trouxemos a nossa equipe de engenharia para averiguar o andamento dos trabalhos. Trata-se de uma obra que perpassa a política de assistência religiosa da Seris, já que este novo espaço também vai permitir a realização de vários outros eventos”, afirmou o gestor.

E os reeducados também têm um papel preponderante neste processo. Arthur Freitas é um deles e não esconde seu contentamento em poder contribuir como gesseiro. “Foi Deus quem me colocou nesta missão. Além de reduzir minha pena, posso, com o trabalho no cárcere, ajudar a reerguer um equipamento que estava em desuso. E faço tudo sempre com muita dedicação. É muito gratificante”, revelou o reeducando.

Também presente, o pastor Ivan Ramos, que conduz os trabalhos da Assembléia de Deus nos presídios de Alagoas, destacou a importância da junção de esforços no sentido de ampliar o alcance da igreja junto aos reeducandos. “Eles estão muito entusiasmados. Prova disso é que muitos contribuem como podem, num verdadeiro trabalho de formiguinha. Tudo em prol da espiritualidade de todos”, analisou o pastor, acrescentando que 40% das obras do centro já foram concluídas.

Cyridião Durval e Núcleo Ressocializador

Já no Presídio Cyridião Durval, os gestores e a equipe de engenharia visitaram módulos nos quais os reeducandos participam de oficinas e cerimônias religiosas. E para garantir uma assistência ainda maior e, com isso, fortalecer o processo de ressocialização, a Seris vai dotar o espaço da estrutura necessária para tal, com direito a dois templos, duas bibliotecas e quatro salas de aula.

“O nosso objetivo é fazer com que mais reeducandos sejam contemplados, já que também dispomos de um espaço para a musicoterapia, por exemplo”, resumiu o chefe da unidade prisional, Cévio Freitas, destacando também a iniciativa de reeducandos do denominado “Módulo dos Cristãos”, cujo grupo de louvor renova a esperança de reeducandos como Hilquias Gomes – que encontrou no evangelho o caminho a seguir.

O Núcleo Ressocializador, por sua vez, vai ganhar uma nova fachada e mais dois banheiros. A agente penitenciária da Seris Nirley Silva Lima também esteve na unidade que é modelo em gestão prisional e falou sobre o trabalho voltado à imagem do NRC. “Vamos substituir as grades por outro material compatível com os critérios de segurança do sistema prisional. A ideia principal é afastar a ‘cara de presídio’ do Núcleo Ressocializador”, concluiu a servidora.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

banner-transparencia.jpg

banner_formulario

portal_do_servidor