Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 11 NOVEMBRO Produtos feitos por reeducandos estarão na maior vitrine do artesanato brasileiro
07/11/2018 - 09h57m

Produtos feitos por reeducandos estarão na maior vitrine do artesanato brasileiro

Obras de arte confeccionadas no Complexo Prisional de Alagoas são expostas no 11º Salão do Artesanato, em São Paulo, nesta semana

Produtos feitos por reeducandos estarão na maior vitrine do artesanato brasileiro

Talento nasce no cárcere e encanta apreciadores da arte. (Foto: Jorge Santos).

Texto de Maysa Cavalcante

Por mais um ano, Alagoas marcará presença na exposição que já é considerada a maior vitrine do artesanato brasileiro. Durante o período de 7 a 11 de novembro, os produtos artesanais confeccionados pelas reeducandas nas oficinas da Fábrica de Esperança, no Complexo Prisional de Alagoas, estarão expostos no 11º Salão do Artesanato, em São Paulo.

Com a iniciativa, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) divulgará e dará visibilidade ao importante trabalho de reintegração promovido pela pasta e executado pela Gerência de Educação, Produção e Laborterapia. Na exposição, será possível encontrar o que há de melhor na produção artesanal e na gastronomia típica brasileira, agregando um grande valor cultural ao evento.

No stand da Fábrica de Esperança, serão expostas peças produzidas através do emprego de técnicas como crochê, tenerife, decoupagem, filé, marcenaria artesanal, pintura em tecido e tornearia em madeira. A exposição contará com a participação de 25 estados e do Distrito Federal. O público que prestigiar o evento poderá apreciar uma vasta variedade com produtos de alta qualidade.

"O artesanato alagoano tem alcançando espaços importantes, graças ao trabalho sério de resgate e de valorização da nossa cultura, fomentado pelo Governo de Alagoas. Nesse novo cenário, temos buscado abrilhantar as exposições e mostrar o belo trabalho que surge no cárcere", afirma a gerente de Educação, Produção e Laborterapia, agente penitenciária Andréa Rodrigues.

Para selecionar os artesãos participantes da exposição foram utilizados como critérios a alta qualidade das peças confeccionadas e o valor cultural agregado aos objetos. A maioria das peças foram produzidas com matérias primas reaproveitadas da natureza e confeccionadas manualmente. Uma iniciativa que simboliza o talento profissional sem esquecer da responsabilidade ambiental.

 

Serviço

11ª edição do Salão do Artesanato

Onde: Expo Center Norte, em São Paulo (Pavilhão Azul)                          

Quando: 7 a 11 de novembro de 2018

Horário: 11h às 22h

Ações do documento