Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 10 - OUTUBRO Seris fortalece vínculo religioso no cárcere
30/10/2018 - 14h10m

Seris fortalece vínculo religioso no cárcere

Trabalho desenvolvido em parceria com a Igreja Universal renova as esperanças dos internos e gera equilíbrio para gestão prisional

Seris fortalece vínculo religioso no cárcere

Mais de três mil internos são atendidos, semanalmente, através da parceria entre Seris e IURD (Foto: Jorge Santos)

Mayara Wasty

A Constituição Federal assegura a liberdade religiosa. No Complexo Prisional, mais do que um direito, a prática significa um importante vetor para a ressocialização dos custodiados. Por isso, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) tem investido em parcerias com instituições religiosas e garantido o acesso de todas as liturgias, mantendo o ambiente harmônico.

Nesta terça-feira (30), o titular da Seris, coronel Marcos Sérgio de Freitas, recebeu representantes da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), na sede da pasta, para discutir novos projetos no âmbito religioso. Vale lembrar que a IURD está presente nos presídios alagoanas há 15 anos. Atualmente, mais de 3 mil internos são atendidos semanalmente pelos missionários da Universal.

Durante a reunião com o secretário, o pastor Luiz Carlos Simeão falou sobre a quebra de paradigmas através da fé. “Viemos para somar. Muitas pessoas olham para quem está no sistema prisional e pensam que os reeducandos não têm mais jeito. Mas nós que temos Deus no coração, cremos que Ele pode mudar todas as coisas”, acrescentou o pastor Simeão.

O Secretário de Ressocialização e Inclusão Social, coronel Marcos Sérgio de Freitas, destacou a atuação da IURD e que impacta positivamente no processo de ressocialização desenvolvido pela Seris. “A igreja desempenha um importante trabalho nas unidades prisionais de Alagoas. Isso demonstra muita fé, caráter e responsabilidade no mister religioso”, afirmou o gestor da Seris.

Além das visitas e palestras, que seguem um calendário de trabalho definido pela igreja em parceria com a Ressocialização, os voluntários também prestam assistência religiosa aos familiares dos reeducandos e servidores penitenciários. A prática periódica da igreja renova as esperanças dos apenados e gera mais equilíbrio para gestão prisional.

Na quinta-feira (8), pastores da Igreja Universal farão um culto especial com os apenados e servidores. A ação faz parte da semana comemorativa dos sete anos do Núcleo Ressocializador da Capital (NRC). Unidade referência no país em razão do seu tratamento humanizado, oferta de trabalho e estudo em tempo integral para os internos que resultam em 00% de reincidência criminal.

Ações do documento