Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 04 - ABRIL Seinfra apoia reeducandos com oportunidades de trabalho
30/04/2018 - 13h53m

Seinfra apoia reeducandos com oportunidades de trabalho

Por meio de um convênio de empregabilidade firmado com a Seris, 5 reeducandos em cumprimento de pena no regime aberto foram contratados para atuar na pasta

Seinfra apoia reeducandos com oportunidades de trabalho

Seinfra aderiu a convênios que oferecem vagas de trabalho para reeducandos do sistema penitenciário. (Ascom Seinfra).

Texto de Julianne Leão

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) compartilha da ideia de que uma pessoa que cometeu um delito pode também contar com projetos públicos que o restaurem por meio de valores éticos e oportunidades profissionais.

Por isso, em parceria com a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), a Seinfra aderiu a convênios que oferecem vagas de trabalho para reeducandos do sistema penitenciário que estão em fase final de cumprimento de pena, no regime aberto.

É o caso de Alexandre Nogueira, que está há dois meses trabalhando como porteiro na Seinfra e fala da mudança de vida que teve graças à iniciativa. “Em muitos lugares, ainda existe uma barreira muito grande. A oportunidade que o Estado me deu me permitiu crescer como ser humano, resgatar minha dignidade”, desabafa o trabalhador.

Alexandre conta, inclusive, que nos anos de 2015 e 2016 participou do Enem e ficou em 1º lugar nos dois anos consecutivos. “Graças a essa colocação, ganhei uma bolsa de estudos e hoje curso Administração. Tenho muitos planos para o futuro e o Estado tem me ajudado muito nos meus objetivos”, comenta.

Na copa da Seinfra, Quitéria Gomes também está trabalhando há poucos dias e fala do incentivo da Secretaria. “Isso aqui é o que está me permitindo pagar meu aluguel e alimentar meus filhos. Além de nos manter ocupados, essa oportunidade nos faz sentir mais úteis para a sociedade, e isso nos impede de voltar a fazer coisas erradas. Aqui dentro a gente é visto como gente de verdade”, disse a ajudante.

Para o secretário da Infraestrutura, Fernando Melro, esse tipo de incentivo por parte do Estado é essencial. “Mais do que uma oportunidade de trabalho após o cumprimento da pena, essa ação significa tratar o reeducando com respeito e dignidade”, conclui o gestor.

Ações do documento