Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 04 - ABRIL Com fé e consciência, reeducandos traçam futuro no presídio
27/04/2018 - 14h44m

Com fé e consciência, reeducandos traçam futuro no presídio

Ressocialização e Igreja Universal promovem ação religiosa com exibição do filme 'Nada a Perder', nesta sexta (27), no Núcleo Ressocializador

Com fé e consciência, reeducandos traçam futuro no presídio

Seris cumpre Lei de Execução Penal fomentando a assistência religiosa e liberdade de culto (Foto: Jorge Santos)

Mayara Wasty

 

Uma palavra de fé e conforto é fundamental para quem deseja reparar um erro e construir um futuro digno. Em Alagoas, diversas instituições religiosas desenvolvem trabalhos assistencialistas nos presídios. Há 14 anos, a Igreja Universal do Reino de Deus trabalha em conjunto com a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), com palestras e ações lúdicas.

O que para muitos pode ser uma simples iniciativa, para os internos do NRC terá um significado especial – uma ocasião que ficará marcada para o resto da vida. Nesta sexta-feira (27), a partir das 18h, haverá sessão de cinema no presídio, com a exibição do filme “Nada a Perder – Contra tudo, por todos”. Trata-se da cinebiografia autorizada do bispo evangélico Edir Macedo, fundador e líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus.

A subchefe do Núcleo Ressocializador, agente penitenciária Polianna Bugarin, destaca os benefícios da iniciativa. “O filme mostra uma trajetória de superação que será exemplo para os internos. Vale salientar a promoção dos direitos humanos e suas interfaces com a história vivida em diferentes contextos socioculturais. Por tudo isso, o cinema tem uma importância significativa para educação e transformação no cárcere”, disse.

“Aproveitamos ainda para trabalharmos, de forma didática, o cinema na escola. Pois a história do cinema oferece explicações sobre as transformações provocadas pela sétima arte nas mais diferentes sociedades, pessoas e imaginários”, completa a agente penitenciária.

O pastor da Igreja Universal do Reino de Deus Daniel Oliveira explica o foco das ações nos presídios. “Nosso objetivo não é levar uma religião, mas sim, ressocialização pela palavra de Deus. Através do evangelho, eles [reeducandos] vão encontrar uma fé verdadeira para vencer os conflitos pessoais. Assim, alcançarão o equilíbrio, serão cidadãos melhores e toda a sociedade ganhará”, finaliza o pastor Daniel Oliveira.

 
Ações do documento