Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 01 JANEIRO Seris expande política ressocializadora com novos postos de trabalho
10/01/2018 - 16h15m

Seris expande política ressocializadora com novos postos de trabalho

Ipaseal Saúde é o mais novo orgão a contar com mão de obra de egressos do sistema prisional; ao todo, 33 instituições empregam quase 700 reeducandos

Seris expande política ressocializadora com novos postos de trabalho

Alagoas é a unidade federativa que mais emprega reeducandos no país

Mayara Wasty

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) deu mais um importante passo no processo de inserção dos reeducandos. Nesta terça-feira (9), mais um importante convênio foi firmado com o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Alagoas (Ipaseal). 22 novas vagas de emprego foram abertas para os reeducandos dos regimes aberto e semiaberto.

Este é o primeiro convênio firmado em 2018, totalizando 33 parceiros entre órgãos públicos e empresas privadas. Com isso, quase 700 reeducandos estão empregados em Alagoas, o que impacta diretamente na diminuição da violência, já que o índice de reincidência criminal entre os conveniados é inferior a 1%, como destaca o secretário de Ressocialização, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas.

“Temos centenas de pessoas trabalhando em instituições públicas e privadas e elas não estão cometendo crimes. Consequentemente, o ciclo da violência também diminui", afirma Freitas.

“Nós temos um atavismo muito grande da sociedade e esse preconceito só é vencido desta forma: com o trabalho de prospectar oportunidades e fazer isso é muito difícil, mas nós só conseguimos isso com amor, a base de tudo para fazermos a gestão de oportunidades para essas pessoas”, completa o gestor.

Para o diretor-presidente do Ipaseal, Ediberto de Omena, firmar a parceria é um avanço em vários sentidos, tanto econômico, vvccn.   social. “Estou alegre por assinamr o primeiro convênio em nível de ressocialização. É um marco para o Ipaseal, pois estamos aderindo a um projeto que está dando certo em Alagoas”, disse.

“O Governador Renan Filho já havia me falado do programa e pude conhecer o trabalho de perto na Sefaz e fiquei encantado. Por trás de cada servidor tem um familiar que agradece por seu ente ter um trabalho. E isso faz parte do governo do Renan Filho e do grande secretário de Ressocialização, coronel Marcos Sérgio. Ele tem feito um excelente trabalho em Alagoas e está sendo reconhecido”, completou o diretor-presidente.

A gerente de Reintegração Social, agente penitenciária Shirley Araújo, destaca o crescimento dos convênios no Estado. “Alagoas nunca empregou tantos reeducandos como agora, isso mostra que o projeto está sendo um sucesso e está sendo ampliado. O governador tem apoiado muito e incentivado os órgãos a dar oportunidade a todo cidadão. É a inclusão através do trabalho para toda a sociedade”, falou.

Além de fiscalizar os reeducandos que estão participando dos convênios, a Reintegração Social também realiza ações voltadas para a educação e profissionalização através de cursos. “Quando encaminhamos o reeducando para o trabalho, procuramos pessoas que tenham um perfil para o local. Ofertamos para essas pessoas cursos e agora o Ipaseal sinalizou que também vai ofertar cursos para os conveniados. O órgão quer dar oportunidade de trabalho e qualificá-los para o futuro”, finaliza Araújo.

Também estivram presentes na assinatura do convênio o Deputado Estadual Ronaldo Medeiros, no Gabinete do Ipasea,  o diretor-presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), Lailson Gomes e o presidente do Conselho Regional de Economia, Marcos Calheiros.

Ações do documento