Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 12 - DEZEMBRO Ressocialização conclui mais um ciclo e deve ampliar Lêberdade
06/12/2017 - 14h15m

Ressocialização conclui mais um ciclo e deve ampliar Lêberdade

Iniciativa estimula o conhecimento por meio da interpretação e análise crítica de obras literárias

Ressocialização conclui mais um ciclo e deve ampliar Lêberdade

Reeducandas adquirem uma visão crítica com leitura de obras literárias

Texto de Maysa Cavalcante

Lançado em abril deste ano, o projeto Lêberdade, desenvolvido pela Gerência de Educação da Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), tem mudado a vida das reeducandas do Presídio Santa Luzia. Nesta terça-feira (5), as custodiadas e profissionais inseridos no projeto se reuniram na unidade para celebrar o encerramento do sexto ciclo do Lêberdade.

O projeto propõe a remição da pena por meio da leitura de livros, levando em conta os diferentes níveis de escolaridade das apenadas. As custodiadas devem ler um livro por mês e apresentar uma resenha crítica ou relatório da obra lida. A cada livro e resenha crítica aprovadas pela equipe multidisciplinar são remidos quatro dias na pena, podendo diminuir até 48 dias da pena por ano.

De acordo com a supervisora de Educação da Seris, agente penitenciária Genizete Tavares, as mudanças provocadas pelo fomento da educação e a facilitação do acesso à leitura já podem ser sentidas no convívio das internas.

"Com o brilho no olhar delas notamos a gratidão pela participação no Lêberdade. Temos uma equipe empenhada em ofertar e conhecimento com responsabilidade. Foi um ano de muito trabalho e considero que saímos do sexto e último ciclo vitoriosos. Vamos manter o projeto no Santa Luzia e expandi-lo para outras presídios", disse a gestora.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e Centro Universitário Cesmac são alguns dos parceiros da Seris no projeto Lêberdade. Para que o conhecimento seja expandido e o projeto contemple outras unidades é importante a participação da sociedade, sobretudo, da comunidade acadêmica, na doação das obras literárias.

Aqueles que desejam conhecer os projetos educativos e/ou realizar doações de livros para o sistema prisional devem entrar em contato com a Gerência de Educação, Produção e Laborterapia da Ressocialização através do telefone: (82) 3315-1090.

Ações do documento