Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 08 - AGOSTO Agentes penitenciários se aperfeiçoam no manuseio e disparo de arma de fogo
10/08/2017 - 09h47m

Agentes penitenciários se aperfeiçoam no manuseio e disparo de arma de fogo

Curso ofertado pela Escola Penitenciária qualifica profissionais para o uso de armamento de forma defensiva

Agentes penitenciários se aperfeiçoam no manuseio e disparo de arma de fogo

Atuação dos agentes penitenciários assegura ordem e disciplina nos presídios. (Foto: Jorge Santos).

 Texto de Maysa Cavalcante

 
O aprimoramento das técnicas profissionais é uma prática permanente no sistema prisional alagoano. Atendendo à diretiva do governador Renan Filho, a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) tem investido na formação continuada dos servidores, por meio de capacitações ofertadas pela Escola Penitenciária.
 
Entre os dias 8 e 11 deste mês, a Seris promove o Curso de Manuseio e Disparo de Pistola e Espingarda para os agentes penitenciários. A capacitação tem carga horária de 40 horas/aula.
 
Durante o curso, os instrutores irão apresentar aos participantes técnicas de manuseio administrativo, tático e emergencial, possibilitando que os agentes utilizem a arma de fogo de forma defensiva. Serão realizadas aulas expositivas, demonstrações, discussões dirigidas, além da prática individual e coletiva, no complexo penitenciário e no Clube Alagoano de Tiro Olímpico (Cato).
 
Regras de segurança e fundamentos de tiro, manuseio da pistola .40, manuseio da espingarda calibre 12, conduta no stand e tiro prático são alguns dos módulos da capacitação.
 
O gerente da Escola Penitenciária, coronel Clístenes de Omena, lembra que a capacitação garante uma atuação rápida e eficaz. “Temos uma atenção especial para manter os agentes penitenciários atualizados com as técnicas para manter a ordem e disciplina no cárcere”.
 
Dando continuidade ao calendário de atividades da Escola Penitenciária durante o mês de agosto, nos dias 23 e 24 será realizado o curso de Penas e Medidas, com carga horária de 20 horas/aula. Nos dias 28 e 31 acontecerá a capacitação de Intervenção Tática Prisional, com carga horária de 40 horas/aulas. Além de agregar conhecimento, a participação nos cursos também possibilita aos servidores o direito à bolsa-qualificação.
 
Até junho deste ano, a Escola Penitenciária realizou 16 capacitações, divididas em treinamentos, cursos, seminários, minicursos, oficinas e palestras, totalizando 29 turmas formadas e 338 servidores qualificados. Em 2016, foram 28 capacitações, com 55 turmas formadas e 1.252 servidores capacitados, resultando em um sistema penitenciário mais humano e seguro.
Ações do documento